terça-feira, abril 22, 2014

Há quem nos mate a fome, nos sacie a sede, nos satisfaça com gestos e palavras, há ainda quem nos abafe a saudade e iluda a solidão. E há aquelas pessoas que em qualquer circunstância, que em qualquer momento, em qualquer lugar nos deixam perdidos, prendidos ao seu olhar, que não fala, mas trauteia aquele chamamento… (Pedro Lopes)

Sem comentários: