quarta-feira, novembro 03, 2010

Rosados seios

Rosados seios

Seios rosados
de pétalas formados
relíquias poéticas
de chorar de paixão
que se elevam de tesão

Maravilhas de corpo teu
perdição de desejo meu

Idolatrados seios
tingidos de Amor
por lábios perdidos
entre abraços de sentidas mãos

Sonho dos sonhos
de contemplação visual
táctil e gostativa

Encantos loucos
de sensualidade

Se elevam na pele
erectos pontos
que me fazem delirar

Que vestem e se exibem
de multiplas cores
tapados por adornos
que mais não são que um convite
a serem desnudados
e servidos em luxuria e pecado


Pedro Lopes

Sem comentários: