quinta-feira, novembro 19, 2009

O carácter de um homem, pode por vezes, não ser visível através do seu próprio temperamento. Mas fica tão nítido, quando analisamos os traços de personalidade, da mulher que caminha a seu lado... (Pedro Lopes)

sábado, novembro 07, 2009

Vida...

Há no Alentejo
Uma estrada perdida
Que chora e que namora canções
Que teus lábios troteiam
E as lágrimas, que neles se deitam

Cada pedra, um beijo perdido
Um amo-te vencido

Separados corações, troteiam canções

Cada quilómetro de estrada
É uma pegada apagada
Sorriso teu, que se desvaneceu
Um soneto que ainda não se escreveu

A memória dessa história
São as flores que a margem povoam

De um fio de cabelo
Forjaste um anel
Que meu coração prendeu

O tempo passou e tudo mudou
Menos a distância que continua a ser a mesma
Um bater de coração

Pedro Lopes

segunda-feira, novembro 02, 2009

Alma


As coisas mais belas não têm nome, não são palpaveis. Existem sem darmos conta, presentes, porém ninguém as vê. Quem me dera ser uma dessas coisas, invisivel mas com significado. Omnipresente no teu sorriso, mesmo sem nome, seria alguém. Porque o Amor não é feito de nomes, é feito de gestos de partilha, de dádiva, abdicação... Eu continuo a Amar, porque nada se esgota numa palavra. E o que vive dentro de nós, é o que nos faz caminhar. Saudade de olhar o céu e contemplar o teu Luar...(Pedro Lopes)